Dossiê 15: A Arte da revolução será internacionalista

English Español Français

Este dossiê traça a História da produção gráfica na Cuba pós-revolucionária, particularmente por meio da OSPAAAL. Cuba, que havia sido a queridinha do imperialismo estadunidense, buscou seu próprio caminho rumo ao socialismo. Entre as heranças obtidas pela revolução estavam bem desenvolvidos meios de comunicação de massa, com mão de obra treinada nos EUA. Do dia para a noite, esses especialistas e estudantes de arte se tornariam os artistas gráficos da Revolução Cubana. Assim como esses artistas, é imperativo que os trabalhadores da cultura, hoje, aproveitem seus conhecimentos para que sonhemos e possamos construir um mundo que não seja apenas possível, mas necessário.