Imperialismo é a terceira parte da Exposição de Cartazes Anti-imperialistas, lançada no contexto da semana de mobilizações que ocorreu entre 5 e 10 de outubro de 2020. Ela reúne trabalhos de 63 artistas e militantes de 26 países que nos deram um retrato internacional da luta anti-imperialista: a luta contra o neofascismo e agressões militares e por soberania e por proteção aos povos da terra.


Quando realmente, de forma urgente e desesperada, o povo precisa dizer algo, ele não espera pelos designers. O povo segue em frente, produzindo cartazes e panfletos da melhor maneira que podem – às vezes com resultados espetaculares. No processo, alguns também se tornam designers, orgânicos em seus movimentos, comunidades e contextos. As obras da Exposição de Cartazes Anti-imperialistas II: Neoliberalismo variam desde as criadas por designers profissionais até as feitas por artistas autodidatas, ativistas sem prática formal ou estreantes.


Para o dossiê, CoronaChoque: o vírus e o mundo, convidamos artistas e militantes de todo o mundo a contribuir com suas reflexões visuais feitas durante a quarentena para o caderno de desenhos do CoronaChoque.


A primeira Exposição de Cartazes Anti-Imperialistas. Esta série de quatro exposições online nos próximos meses servirá como instrumentos culturais para animar e aprofundar o processo político da Semana Internacional de Luta Anti-Imperialista, uma plataforma política que emergiu de movimentos populares, organizações políticas e redes de todo o mundo.