Dossie

5 de Outubro de 2020

A juventude dos dias atuais tende a não se encontrar nas organizações forjadas nas décadas anteriores. As principais organizações de esquerda construídas na década de 1980 enfrentam desafios organizativos para incorporar esses sujeitos. Isso não quer dizer que essa juventude não faça política, não participe de coletivos e não forje suas redes de sociabilidade. Nosso desafio, contudo, é entender onde e como se dá a participação do jovem, se tornam sujeitos coletivos e compartilham suas vivências, angústias, sonhos e soluções.

1 de Setembro de 2020

O dossiê n. 32 fornece uma breve introdução à história do movimento comunista na Índia, que completa 100 anos no dia 17 de Outubro de 2020. Fundado por lutadores pela liberdade inspirados pela Revolução de Outubro de 1917, o movimento comunista indiano possui uma história gloriosa de lutas e conquistas. Os comunistas indianos têm lutado incansavelmente pelos direitos dos trabalhadores e mostram a possibilidade de um futuro sem exploração dos seres humanos pelos seres humanos.

4 de Agosto de 2020

Na África do Sul, militantes de movimentos populares falam em “política do sangue” para se referir aos contínuos assassinatos e outras formas de repressão. Este dossiê mostra como militantes de movimentos sociais e sindicalistas são alvo de repressão estatal, que se iniciou sob o apartheid e continuou sob o comando no Congresso Nacional Africano (CNA), o que nunca foi amplamente reconhecido fora dos círculos militantes.

7 de Julho de 2020

A chegada da covid-19 na região latino-americana e caribenha evidenciou e aprofundou a crise social e econômica sofrida os povos já há décadas. O aumento das políticas repressivas, a precarização trabalhista e a crise social são algumas das consequências deixadas pelo desenvolvimento de um modelo econômico que prioriza o capital sobre a vida, e que se desenvolve em paralelo à ofensiva do imperialismo estadunidense na região.

9 de Junho de 2020

No dossiê 29, argumentamos sobre a impossibilidade do retorno ao normal – especificamente nos sistemas de saúde da ordem burguesa. Ele está dividido em três partes: na primeira, examinamos o que a pandemia nos mostrou sobre o sistema de saúde; a segunda contém o resultado da conversa com profissionais da saúde, e por fim, traçamos uma agenda para um novo pacto da saúde a partir das demandas deste setor.

5 de Maio de 2020

Este dossiê sobre a pandemia se centra em três elementos principais: as características estruturais que deram lugar à crise atual (das políticas de austeridade à crescente onda de financeirização), as necessidades mais agudas e imediatas da classe trabalhadora e uma breve introdução à ideia de uma Renda Básica Universal (RBU) – incluindo algumas críticas ao conceito e algumas formas de afinar a maneira como a pensamos.

6 de Abril de 2020

O dossiê do mês de abril do Instituto Tricontinental apresenta o atual estágio da luta pela terra no Brasil, centrado na disputa pelo modelo agrícola entre o agronegócio e a agroecologia. Para isso, apresentamos o conceito da Reforma Agrária Popular, um conceito de reorganização fundiária que vai muito além da democratização do acesso à terra, mas traz os paradigmas de uma nova concepção de agricultura.

2 de Março de 2020

Este dossiê oferece uma brilhante introdução a vida e obra de Frantz Fanon, enfatizando a importância política contemporânea de seu humanismo radical, e assinalando que seu trabalho traz uma “irreprimível abertura ao universal” e um compromisso axiomático com o “reconhecimento da dimensão aberta de toda consciência”. Examina, em particular, a contribuição de Fanon como teórico da práxis comprometido em ir além da ordem ontológica e espacial da opressão e empreender uma forma de práxis insurgente e democrática na qual se desenvolve “uma corrente de edificação e enriquecimento recíproco” entre protagonistas de diferentes lugares sociais.

3 de Fevereiro de 2020

O movimento comunista indiano tem experimentado diversos formatos de policlínicas populares que oferecem atenção de saúde gratuita ou a baixo custo a qualquer pessoa. O epicentro dessa iniciativa está na região de idioma telugu, onde somente a Policlínica Popular de Nelore trata mil pacientes por dia a preços em média 40% menores que os cobrados pelos hospitais corporativos e formou mais de 500 médicos que dão atenção de saúde em toda a região. Nosso dossiê n. 25 do Instituto Tricontinental de Pesquisa Social se dedica a contar a história dessas policlínicas.

Estudos

8 de Julho de 2020

O surgimento da pandemia do novo coronavírus exacerbou e elucidou o abismo entre Estados socialistas e capitalistas. Nos primeiros, a preocupação com as vidas humanas acima do lucro deu a linha para a ação estatal e civil, resultando em menores taxas de infecção e fatalidade, enquanto os Estados capitalistas negaram a gravidade do problema e permitiram que o setor privado lucrasse às custas da saúde pública. Neste estudo, examinamos Cuba, Vietnã, Venezuela e o estado indiano de Kerala para investigar como essas regiões socialistas do mundo conseguiram lidar com o vírus de maneira mais eficaz.

2 de Junho de 2020

Em meio à pandemia de Covid-19, o governo dos Estados Unidos dedicou fartos recursos para aumentar o ataque contra seus adversários  – principalmente contra a Venezuela – desde o aumento das sanções até uma invasão frustrada, passando pela ingerência em instituições internacionais como o FMI. Este estudo analisa profundamente a guerra híbrida liderada pelos EUA contra a Venezuela, desmascarando as falsas narrativas criadas para apoiar esse ataque.

28 de Abril de 2020

Esse é o primeiro de uma série de estudos sobre o CoronaChoque, cada um com várias partes. Está composto de três artigos sobre como a China identificou o novo coronavírus e como o governo e a sociedade lutaram contra sua propagação, assim como uma entrevista com Li Zhong, um artista de Xangai.

5 de Março de 2020

Vivemos numa época em que trabalhadoras e trabalhadores enfrentam golpes esmagadores da política neoliberal e buscam resistir a estes impactos. As mulheres são as primeiras a sentir os efeitos da crise econômica, com a precarização do trabalho, aumento da informalidade e salários mais baixos.