É difícil entender as relações de poder em nosso mundo, os muitos tentáculos do poder corporativo e do Estado, a enorme quantidade de material empírico que sobrecarrega a imaginação. É difícil escolher as informações, saber o que é real e importante, mais difícil ainda é ter acesso a informações que estão escondidas do público. Como ter conhecimento sobre o relacionamento estreito entre empresas e governos e o excedente de mão-de-obra distribuído entre uma pequena classe de pessoas que também possuem a mídia e impedem a fácil compreensão desses processos? É a ambição da nossa série apontamentos: abordar complexas dinâmicas sociais em textos de fácil leitura. Nossa equipe de pesquisadores lerá dezenas de documentos para produzir resumos sintéticos. Esses textos reúnem fatos importantes que iluminam as relações de poder e incentivam o debate sobre questões relevantes.

O Instituto Tricontinental de Pesquisa Social, de tempos em tempos, publicará apontamentos que abordaram temas complexos em um pequeno documento. Esses relatórios fornecerão avaliações precisas do poder corporativo e do Estado, do mundo da mineração ao mundo das armas, passando pelos paraísos fiscais e fábricas clandestinas.


Matérias primas minerais são necessárias em nossas vidas, mas quando essa vida se vê ameaçada por essas necessidades estruturais, é hora de começar a fazer perguntas. Por que 60% das empresas de mineração possuem suas sedes no Canadá? Nesse apontamento, damos detalhes financeiros de dez empresas mineradoras canadenses. Dados que se transformam em crimes corporativos quando lidos juntos com as mais horrendas violações cometidas – globalmente – por essas corporações. A acumulação de riquezas baseia-se em uma perversa indiferença à vida humana.