O capitalismo hoje não é como era há cinquenta anos. Muita coisa mudou incluindo o crescimento das cadeias globais de produção e a produção desarticulada, bem como da centralidade das finanças, dos direitos de propriedade intelectual e da economia digital. Nesse sentido, este campo de pesquisa se dedica a estudos sobre o imperialismo e os processos de financeirização, ofensiva neoliberal, reestruturação produtiva, espoliação dos bens naturais e acumulação predatória dos recursos estratégicos.

Observatório da Questão Agrária

Nesta nota analisamos a moratória da soja na Amazônia e as disputas entre a burguesia agrária brasileira e as empresas transnacionais em relação ao modelo de expansão da soja na região.

A soja é o principal grão produzido, processado e comercializado no mundo, e a expansão dessa cultura no Brasil amplia cada vez mais a pressão sobre a fronteira agrícola.