O capitalismo hoje não é como era há cinquenta anos. Muita coisa mudou incluindo o crescimento das cadeias globais de produção e a produção desarticulada, bem como da centralidade das finanças, dos direitos de propriedade intelectual e da economia digital. Nesse sentido, este campo de pesquisa se dedica a estudos sobre o imperialismo e os processos de financeirização, ofensiva neoliberal, reestruturação produtiva, espoliação dos bens naturais e acumulação predatória dos recursos estratégicos.


Observatório da Questão Agrária

No mês de abril as principais movimentações em relação ao agronegócio no país se deram em relação à crescente preocupação com as cadeias produtivas, em especial a produção e processamento de proteína animal, com a ampliação dos casos de contaminação nas plantas de processamento.


Este artigo apresenta a síntese do debate realizado entre alguns ex-ministros da Agricultura na TV TerraViva, e nos ajuda a compreender o pensamento e a projeção do agronegócio para o próximo período.


Observatório da Financeirização

Na crise atual temos uma situação em que o desenvolvimento tecnológico se mostra incompatível com o capitalismo e sem perspectiva de superação, nos empurrando à barbárie; a tendência de eliminação da classe trabalhadora por um vírus é resultado da ação social, que cria um contingente de trabalhadores sem lugar no capitalismo, e sua morte entra no cálculo de recuperação da economia.


O impacto da crise do petróleo não é menor em relação às diversas outras crises, diante da importância desse bem natural para o funcionamento da produção global capitalista.